Franquias do segmento pet: vale a pena investir?

As franquias do segmento de pet vem ganhando muito destaque nos últimos anos. Basta dar uma volta no quarteirão, em um parque ou até mesmo no shopping para se deparar com animais de estimação passeando com seus donos. Além disso, é possível ver novos estabelecimentos voltados para o ramo com frequência entre o trajeto de casa e o trabalho, como petshop, clínicas e até mesmo creches para cães.

Segundo dados da Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet), em 2022, o país contava com uma população de 167,6 milhões de pets. Entre os mais escolhidos pelas pessoas como parceiros, temos cachorros (68 milhões); aves (41 milhões) e gatos (33 milhões). Na mesma pesquisa, o Brasil está o terceiro país no ranking global com maior faturamento dentro do ramo.

Com tais dados, torna-se interessante pensar na possibilidade de ser um franqueado nesse setor. Afinal, já faz um tempo que os animais de estimação vêm sendo tratados como filhos pelas famílias, não só brasileiras, mas do mundo. E com isso, a busca por cuidados com seus bichinhos tende a ser cada dia maior.

Os motivadores por trás do aumento de pets

Mas o que tem feito a população de pets crescer tanto nos últimos anos? Assim como muitos segmentos do mercado, o setor pet também sofreu influência da pandemia de 2020. De acordo com um levantamento feito pelo Radar Pet 2021, 30% dos animais de estimação foram adotados durante esse período pandêmico.

Veja Também:  Franquia Boulangerie Carioca revela projeções e estratégias para 2024

Desse modo, a expectativa para as franquias do segmento pet é continuar crescendo, o que abre portas para novas oportunidades. Porém, mesmo com um um cenário positivo, é necessário realizar pesquisas sobre a franquia em que deseja investir e considerar todas as possibilidades com cautela.

Tal como em qualquer outro setor, é essencial estar atento às formas de gerir o seu negócio, buscando por profissionais qualificados e investindo em um bom treinamento para equipe. Apesar de ser um mercado amplo, ter um diferencial frente à concorrência certamente te deixará em destaque.

O segmento pet no Brasil

Com tantas alterações significativas no mercado, mudanças positivas também ocorreram nos números do faturamento. Conforme o Instituto Pet Brasil (IPB), a estimativa é de que o segmento pet tenha faturado R$ 68,9 bilhões entre os meses de janeiro e setembro de 2023. O destaque do ano foi o departamento de Pet Food. O setor é responsável pela produção de alimentos industrializados para animais de estimação e registrou 55% do total do mercado em 2023.

Um dos exemplos de franquia que inovou dentro do setor Pet Food foi a Cuor di Crema, uma rede de sorveterias fundada em 2012, que recentemente lançou seu mais novo produto: um sorvete para pets. O picolé leva apenas água de coco, banana, maçã e manga na sua composição. Não contém glúten e lactose e, ao invés de um palito de madeira convencional, o produto contém um petisco no lugar, tornando o alimento totalmente comestível.

Veja Também:  Guia para não assinar contrato com franquias mentirosas

“Percebemos a demanda de famílias passeando com cães e queríamos muito incluí-los como clientes. Buscamos a melhor receita para que eles possam consumir sem qualquer preocupação. O gelato é super refrescante e produzido na própria loja”, comenta Yumi Tamashiro, franqueada da loja de Moema.

Ainda no mesmo relatório do IPB, o setor de serviços veterinários ocupou 10% do faturamento do mercado em 2023. A Clinicão é pioneira nesse segmento de franquias e pode ser opção atraente para os interessados no ramo. Com um investimento inicial a partir de R$ 270 mil é possível se tornar um franqueado da marca. O faturamento médio mensal é de R$ 35 mil, com prazo para retorno entre 26 a 32 meses.

Por fim, no segmento de petshops, houve o aumento de 13% e estima-se que o setor tenha faturado uma média de R$ 33 bilhões no ano passado, ainda segundo a instituição. Para quem deseja possuir uma franquia voltada aos cuidados de banho e tosa, a Perto Pet pode ser uma opção viável. O investimento inicial da marca é de R$ 85 mil, com um faturamento médio entre R$ 10 mil e R$ 30 mil. Seu prazo de retorno é entre 12 e 24 meses.

Encontre Franquias de:
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
Últimas Notícias