CEO da franquia Frango no Pote tem apenas 25 anos

A ascensão das franquias Frango no Pote sob a liderança de um Gen Z

Aos 25 anos, Carlos Júnior se destaca como o jovem visionário à frente do sucesso da rede de franquias Frango no Pote, que conta com mais de 100 unidades em operação, distribuídas por 17 estados brasileiros. A empresa, que movimentou R$ 110 milhões em 2023, vem crescendo continuamente sob sua liderança, iniciada em 2019.

Recentemente, Carlos foi incluído na prestigiada lista Forbes Under 30, reconhecimento que celebra sua trajetória e impacto no setor de franquias no Brasil. O Portal Achei Minha Franquia conversou com o executivo para conhecer mais detalhes sobre sua caminhada no empreendedorismo.

Ambição iniciada na escola

Inspirado pelos pais empreendedores, ele demonstrou um espírito de iniciativa e independência desde jovem. Assim, a vida profissional de Carlos começou cedo, aos 15 anos, quando decidiu vender cookies e pão de mel na escola.

Carlos conta que organizava suas vendas com a ajuda de amigos, alcançando um volume significativo de vendas diárias: 80, segundo ele. Esse início promissor foi o primeiro passo em sua carreira de sucesso.

Seu amor pela gastronomia o levou a aprimorar suas habilidades culinárias. Logo aos 16 anos, sentindo-se insatisfeito com o ambiente escolar tradicional, Carlos decidiu avançar para a faculdade de gastronomia.

A decisão foi ousada, mas ele estava determinado a seguir sua intuição de que tudo daria certo. Foi durante esse período que ele se juntou ao pai para trabalhar no negócio da família, ajudando a padronizar e profissionalizar os produtos.

O “sonho americano”

Em 2018, Carlos foi para os Estados Unidos com intuito de se especializar e viver o “sonho americano”. Jovem, ainda aos 18 anos, afirma ter trabalhado em restaurantes que, em breve, tornariam-se concorrentes de peso, como KFC e Popeye’s, acumulando experiências valiosas que moldaram sua visão empresarial.

Veja Também:  Franquia Boulangerie Carioca revela projeções e estratégias para 2024

Além de trabalhar em restaurantes, ele também se aventurou em outros empregos, como jardineiro e entregador por aplicativo, tudo para conquistar sua independência financeira.

Foi durante essa temporada nos EUA que ele descobriu o conceito de dark kitchen, uma inovação que viria a ser crucial para o futuro da rede de franquias Frango no Pote.

O Brasil enfrentava uma crise econômica, e o negócio da família se deparava com desafios. Carlos recebeu uma ligação do pai pedindo sua ajuda. Decidido a transformar a situação, ele retornou ao Brasil, em 2019, para assumir a diretoria de operações da Frango no Pote.

Com a implementação dos novos aprendizados e estratégias adquiridos no exterior, a empresa registrou um crescimento de 93% em faturamento no mesmo ano. Esse surpreendente sucesso levou Carlos a ser nomeado CEO da empresa ao final do mesmo ano.

Um jovem na liderança de uma rede de franquias

Assumir a gestão de uma empresa com apenas 21 anos trouxe inúmeros desafios. Carlos teve que conquistar o respeito de sua equipe e dos franqueados, muitos dos quais, inicialmente, viam sua posição como fruto de nepotismo.

O CEO revela que a chave para mudar o cenário foi muita humildade e foco em resultados, mostrando que estava lá para somar e para construir algo sólido junto com eles.

“Com muito respeito, humildade, sabedoria e o entendimento de que o resultado é o pai da razão, consegui mostrar que construiria isso junto com eles”, conta.

Não bastassem as dificuldades inerentes ao negócio, à inexperiência e à crise econômica, veio a pandemia. Desespero? Nada disso.

A Frango no Pote conseguiu não apenas sobreviver, mas prosperar. Carlos rapidamente adaptou a empresa ao novo cenário, focando no delivery e aprimorando a experiência de embalagem e sistema de operação, estratégia que permitiu à empresa triplicar de tamanho, expandindo sua presença de uma marca regional para uma marca nacional.

Veja Também:  Partido Novo pede que STF mude forma de avaliar contratos de franquias

Além da expansão física, o CEO da Frango no Pote diz que está comprometido em manter uma cultura organizacional forte e positiva. Ele acredita na liderança com sabedoria e escuta ativa, valorizando a contribuição de todos os membros da equipe.

“Sou um líder que ouve, dá conselhos e lidera pelo resultado, com muita humildade para escutar e aprender com aqueles que lidero”, destaca.

Lidando com a concorrência de franquias de sucesso

O sucesso da Frango no Pote está intrinsecamente ligado ao sabor único – como a própria empresa classifica – do seu frango frito, uma receita desenvolvida por Carlos e sua equipe para agradar ao paladar brasileiro.

“Nossa marinada de 24 horas e o empanamento especial garantem um frango crocante por fora e suculento por dentro”, explica o empresário. Segundo ele, a dedicação à qualidade e à autenticidade diferencia a marca de seus concorrentes.

Mesmo diante de um mercado concorrido e que conta com marcas globais, a visão de Carlos para o futuro da Frango no Pote é ambiciosa.

Ele planeja expandir para 450 unidades até 2029, ano em que a meta é alcançar um faturamento na casa dos R$ 900 milhões.

A expansão deverá focar especialmente nas regiões Centro-Oeste e Sudeste, onde ele vê grande potencial de mercado. “Nosso foco é consolidar cada vez mais o mercado nessas regiões”.

Formatos para investir na franquia Frango no Pote

A Frango no Pote disponibiliza quatro opções de franquias que se adequam a diferentes perfis de investimento:

  1. Loja Container:
    • Taxa de Franquia: R$ 30.000
    • Taxa de Royalties: 3% ao mês sobre faturamento bruto
    • Taxa de Publicidade e Marketing: 1% ao mês sobre faturamento bruto
    • Margem de Lucro Médio: 12% ao mês sobre faturamento bruto
    • Número mínimo de funcionários: 5
    • Área Mínima: 30m²
    • Investimento total: R$ 159.900
    • Prazo médio de retorno: 18 a 36 meses
    • Capital de giro: R$ 15.000
  2. Loja Expressa:
    • Taxa de Franquia: R$ 45.000
    • Taxa de Royalties: 3% ao mês sobre faturamento bruto
    • Taxa de Publicidade e Marketing: 1% ao mês sobre faturamento bruto
    • Margem de Lucro Médio: 12% ao mês sobre faturamento bruto
    • Número mínimo de funcionários: 5
    • Área Mínima: 30m²
    • Investimento total: R$ 199.900
    • Prazo médio de retorno: 18 a 36 meses
    • Capital de giro: R$ 20.000
  3. Loja de Rua:
    • Taxa de Franquia: R$ 60.000
    • Taxa de Royalties: 5% ao mês sobre faturamento bruto
    • Taxa de Publicidade e Marketing: 2% ao mês sobre faturamento bruto
    • Margem de Lucro Médio: 18% ao mês sobre faturamento bruto
    • Número mínimo de funcionários: 8
    • Área Mínima: 100m²
    • Investimento total: R$ 299.900
    • Prazo médio de retorno: 18 a 36 meses
    • Capital de giro: R$ 30.000
  4. Loja de Shopping:
    • Taxa de Franquia: R$ 60.000
    • Taxa de Royalties: 5% ao mês sobre faturamento bruto
    • Taxa de Publicidade e Marketing: 2% ao mês sobre faturamento bruto
    • Margem de Lucro Médio: 12% ao mês sobre faturamento bruto
    • Número mínimo de funcionários: 8
    • Área Mínima: 40m²
    • Investimento total: R$ 499.900
    • Prazo médio de retorno: 18 a 36 meses
    • Capital de giro: R$ 50.000
Encontre Franquias de:
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
Últimas Notícias