Polishop anuncia lançamento de franquias e projeta novas 300 unidades até 2028

O franchising brasileiro acaba de ter mais uma novidade que chega surpreendendo muitos especialistas, e atraindo a atenção de investidores e consumidores.

A Polishop, gigante do varejo e famosa pelo comerciais na TV – inclusive com canal próprio –, anunciou sua entrada no mercado das franquias.

“Em um movimento estratégico para se adaptar às mudanças do mercado pós-pandemia, iniciamos nosso plano de reestruturação com o lançamento de franquias da marca”, revela João Appolinário, fundador da Polishop.

Essa decisão vem em resposta aos desafios enfrentados nos últimos anos, como a elevação da taxa Selic e o aumento do custo de ocupação nos shoppings, fatores que pressionaram consideravelmente os custos operacionais da empresa.

A estratégia de expansão via franquias representa uma virada de jogo para a Polishop, que visa se aproximar ainda mais do consumidor final.

“Acreditamos no poder do omnichannel. Ter lojas físicas e um digital forte continua sendo fundamental para a experiência do cliente”, aponta Appolinário. O plano inclui a abertura de mais de 300 franquias até 2028, começando com 23 novas lojas já em 2024.

O modelo de franquia da Polishop traz uma proposta de valor atraente para empreendedores. Com taxa de franquia fixada em R$ 90 mil e investimento inicial a partir de R$ 250 mil, o franqueado tem a possibilidade de comercializar uma linha completa de produtos exclusivos, prometendo um faturamento médio mensal estimado em R$ 160 mil.

Veja Também:  Franquias do Grupo Burguês atingem faturamento de R$ 300 milhões ao ano

O cenário que inspirou a investida em franquias

Nos últimos anos, a Polishop enfrentou desafios significativos. “O aumento do endividamento das famílias e o custo de ocupação dos shoppings, regulado pelo IGP-M, pressionaram os custos operacionais”, explica Appolinário.

Esses desafios levaram ao fechamento de algumas lojas e ao foco maior na operação digital. O aporte de R$ 50 milhões na Polishop por Appolinário visa estancar a crise financeira, pagando dívidas e preparando o terreno para um futuro promissor.

O cenário de pandemia e restrições econômicas acelerou a necessidade de adaptação. Com a diminuição do poder de compra do consumidor e as dificuldades logísticas internacionais, a empresa teve que se reinventar.

“Com as franquias, a Polishop deixa de depender exclusivamente dos shoppings, ganhando mais capilaridade e oferecendo uma boa oportunidade de investimento aos franqueados”, destaca o fundador.

O modelo de franquias Polishop

A aposta da Polishop no modelo de franquias é apoiada em sua robusta experiência com canais digitais, combinada à visão inovadora de Appolinário.

“Nossa capacidade de expansão e crescimento com este modelo de franquias é comprovada. Estamos prontos para repetir a dose com a Polishop”, afirma o executivo, referindo-se ao sucesso de suas outras empreitadas no franchising, como a Decor Colors, que se tornou a maior rede de tintas do Brasil.

A escolha pelo franchising permite à Polishop uma expansão física acelerada, sem os custos proibitivos associados à operação em shoppings.

Veja Também:  Guia para não assinar contrato com franquias mentirosas

Além disso, oferece aos empreendedores uma oportunidade única de se associarem a uma marca consolidada, com produtos de alta demanda e uma estratégia de vendas omnichannel eficaz.

Estratégias e expectativas para o futuro

A Polishop planeja inaugurar sua primeira franquia na Zona Sul de São Paulo, escolhida estrategicamente por sua proximidade com a sede da empresa, facilitando o suporte e ajustes ao novo modelo.

“Escolhemos essa região para a nossa primeira franquia, visando um acompanhamento próximo durante a fase inicial de expansão”, comenta.

O investimento em franquias da Polishop é detalhadamente planejado para oferecer um retorno atrativo aos franqueados, com lucro mensal de até 15% e prazo de retorno estimado em 18 meses.

Essa estratégia é complementada pela liberdade do franqueado em divulgar a marca localmente, garantindo uma presença significativa da Polishop nas cidades e contribuindo para o aumento da visibilidade dos produtos inovadores que a marca oferece.

“O franqueado tem um papel crucial na divulgação da marca, na gestão da equipe e na manutenção dos níveis de estoque, além da gestão administrativa-financeira e do marketing local”, explica o empresário, destacando a importância da sinergia entre franqueador e franqueado para o sucesso do empreendimento.

Impacto no mercado e projeções da Polishop

A entrada da Polishop no mercado de franquias é mais do que uma estratégia de expansão, sendo considerada é uma transformação no varejo brasileiro.

Veja Também:  Franquia Iopoint: do interior ao faturamento de R$ 10 mi 

Com uma abordagem focada no omnichannel e na inovação de produtos, a Polishop se posiciona para liderar o segmento de produtos inovadores no modelo de negócios em franquias.

“Manteremos nosso DNA de inovação e a vocação para criar produtos de desejo. Isso posiciona a Polishop para um caminho de retomada do crescimento e um marco de virada no varejo nacional”, conclui o CEO da Polishop.

Com o lançamento de novos produtos e a expansão das lojas de rua por meio das franquias, a marca acredita que 2024 será um ano de resultados positivos novamente.

As expectativas para o futuro são altas, tanto para a Polishop quanto para os franqueados que se juntarão à marca nessa nova jornada.

A empresa mira cidades a partir de 100 mil habitantes, procurando aumentar sua presença tanto em capitais quanto no interior, e planeja superar 300 unidades até 2028.

“As lojas físicas complementam nossa forte presença digital, criando uma experiência de compra única para o cliente. Esse é um dos grandes diferenciais da Polishop”, destaca Appolinário.

Encontre Franquias de:
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
Últimas Notícias