Franchising cresceu 11,4% no 3º trimestre de 2023

Franchising cresceu 11,4% no 3º trimestre de 2023, diz ABF

No cenário atual do empreendedorismo, pesquisa da Associação Brasileira de Franchising (ABF) revelou que o setor de franquias manteve a curva de crescimento e registrou uma alta de 11,4% no seu faturamento no terceiro trimestre deste ano. Os dados refletem não apenas um impulso econômico significativo, mas também um indicador sólido da resiliência e adaptabilidade do modelo de negócio. Comparado aos mesmos meses de 2022, o setor passou de R$ 56,2 bilhões para R$ 62,6 bilhões nesse período.

Com relação ao terceiro trimestre de 2021, a variação positiva foi quase três vezes maior, de 32,3%. Em relação a igual período de 2020 (início da pandemia), a receita cresceu ainda mais, 42,6%, e comparada a 2019, a alta foi de 32,8%. No acumulado de doze meses, a pesquisa da ABF indica que houve um avanço de 13,3% na receita, que saltou de R$ 204,3 bilhões para R$ 231,5 bilhões.

De acordo com Tom Moreira Leite, presidente da ABF, os resultados do terceiro trimestre deste ano corroboram que o setor superou a fase de recuperação mais aguda pós-pandemia, focando na expansão efetiva de seus negócios, no qual há vendas híbridas, uso mais intensivo de tecnologia, atenção a novos mercados e até operações de fusões e aquisições.

“Em outros estudos, identificamos também a força de mercados onde o agronegócio é muito presente e a considerável expansão em cidades do interior, principalmente do Estado de São Paulo. Enquanto entidade representativa, continuamos acompanhando de perto o tramite da Reforma Tributária e outros pleitos como a atualização do Simples que podem impactar o ambiente de negócios no País”, destaca Leite.

Veja Também:  Franquia QÓculos busca alcançar R$ 100 mi em 2024

Com relação ao movimento de abertura e fechamento de operações, o levantamento indicou que foram inauguradas 4,5% mais unidades frente ao terceiro trimestre do ano passado. O índice de encerramento ficou em 1,7%, resultando num saldo positivo de 2,8%.  Já os repasses se mantiveram quase estáveis, com um índice de 0,7% ante 0,9% registrado no segundo trimestre do ano passado. Com isso, houve um acréscimo de 11.990 operações de franquias no País no período pesquisado, totalizando 191.346 unidades.

Segmentos que mais cresceram no franchising

Nos meses de julho a setembro, como observado nos trimestres anteriores, o estudo da ABF mostrou que todos os segmentos do franchising cresceram. O maior índice foi de Alimentação – Food Service, com alta de 17,5% na receita nesse período, seguido por Saúde, Beleza e Bem-Estar, que se destacou com receita 13,7% maior na comparação entre os meses pesquisados.

O segmento de Entretenimento e Lazer apresentou o terceiro melhor desempenho, com um índice de crescimento de 12,4%. Um dos mais atingidos pela pandemia, o segmento reportou forte desempenho comercial dos últimos 12 meses, originado da melhora do marketing e de investimentos dos franqueados.

Já Alimentação – Comercialização e Distribuição, que inclui, por exemplo, supermercados, chocolaterias e lojas de conveniência, ficou em quarto lugar, com 11,8% de alta. Fechando a relação dos cinco melhores segmentos, Serviços e Outros Negócios registrou crescimento de 11,8% no período.

Encontre Franquias de:
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
Últimas Notícias